Sejam bem-vindos a esta nossa janela virtual com vista para a Sala do Arco-íris do Jardim de Cruzeiro.

Espreitem e verão aquilo que consideramos como o nosso Portfolio de Grupo, onde descrevemos e revelamos aquilo de mais significativo que fomos fazendo ao longo do tempo.

Sempre com muito prazer e empenho, pois somos 20 crianças de 5 e 6 anos, cheias de energia e vontade de descobrir coisas novas, na companhia da nossa educadora Juca, das duas estagiárias finalistas Patrícia e Filipa, da nossa animadora Amélia, da professora do ensino especial Céu e também da tarefeira Florinda. Mais tarde chegaram à nossa sala três estagiárias do 3º ano, a Cláudia, a Vânia e a Andreia.

Esperamos que gostem da nossa "companhia" e queiram conhecer a viagem que fizemos ao longo do ano lectivo 2008-2009.
Ocorreu um erro neste dispositivo

sexta-feira, 15 de maio de 2009

"Queridos, mudámos a sala"

É verdade, um pequeno-grande projecto que nasceu e cresceu em pouco mais do que uma semana! Até parece o programa "Querido, mudei a casa"...

Resumidamente, porque não devemos aqui alongar-nos muito, o que se tem passado é o seguinte, por etapas:

- Andamos muito entusiasmados com brincadeiras de penteados e afins (motivação);

- Quisemos fazer um cabeleireiro na sala (decisão do grupo);

- Em grande grupo dissemos o que sabíamos sobre cabeleireiros (concepções prévias):

- Servem para pentear as pessoas;

- Para pintar o cabelo;

- Para lavar o cabelo ;

- Para secar o cabelo;

- Para esticar o cabelo;

- Para fazer madeixas;

- Para encaracolar o cabelo.


- Depois colocamos algumas perguntas a que não soubemos responder (perguntas de partida):
- Porque cresce o nosso cabelo?

- Para que serve a laca? É para o cabelo ficar a cheirar bem?

- Como se fazem as madeixas?

- O que é preciso para ser cabeleireira(o)?


- Pensamos como poderíamos obter respostas (quem nos vai ajudar / recursos):

- Pedir a ajuda de cabeleireiras (as de cá da terra e outras, familiares de meninos da sala);
       
  - Procurando na internet;

- Vendo nos livros;

- Fomos visitar um salão de cabeleireiro, o Salão Carla Amorim, que é mãe da Rita da Sala dos Patinhos (visita de estudo no meio local):

- Observamos tudo muito bem;

- Fotografámos as partes principais do salão (menos o gabinete de estética) :

entrada/recepção
"sala de espera"

"rampa" para lavagem dos cabelos

área de cortar/secar/pentear

balcão de pagamento

- Fizemos as nossas perguntas à Carla e ela respondeu-nos que:

- Não sabia explicar bem porque cresce o cabelo, por isso é melhor investigarmos.

- A laca serve para segurar os penteados, é uma espécie de cola em spray.

- As madeixas podem ser "de touca" ou "de prata", conforme se fazem com uma touca que se enfia na cabeça, com muitos buraquinhos para puxar o cabelo, que depois se pinta, ou então pintando madeixas de cabelo e envolvendo-as em papel de prata.

- Para ter a profissão de cabeleireiro é preciso gostar muito, não se importar de não ter horários, pois trabalha-se muito e em dias feriados, domingos, etc. Também é preciso estudar, tirar um curso e praticar.

- Depois, antes de virmos embora, pedimos materiais de cabeleireiro que ela já não usasse. Ainda tivemos opotunidade de mexer (um bocadinho) em todos aqueles produtos e observar uma senhora que chegou para lavar o cabelo com ajuda da Diana, que auxilia a Carla.

Mais imagens da visita neste slideshow:

Your pictures and fotos in a slideshow on MySpace, eBay, Facebook or your website!view all pictures of this slideshow

- Depois decidimos o que era necessário para montarmos o nosso cabeleireiro (tarefas a executar):

- Um balcão

- Dinheiro

- Cadeiras

- Uma bacia para lavar o cabelo

- Secador de pé

- Secador de mão

- Pentes

- Tesoura (que não corte!)

- Escovas

- Molas, ganchos

- Champô

- Gel

- Bata de cabeleireira

- Toalha

- “Babete”

- Revistas

- Telefone

- Computador portátil (!)


- A professora também pediu à cabeleireira dela para ajudar  e a Ana Lage enviou-nos uma caixa enorme, cheia de coisas de cabeleireiro! A Carla também nos mandou muitas coisas...

- Os pais do Miguel, a seu pedido e sem nos dizerem nada, construíram um verdadeiro balcão de cabeleireiro à medida e tudo e levaram-no para a sala. Muito obrigado de todos nós, adorámos!


- Por isso tivemos rapidamente que decidir qual o espaço da sala onde iríamos colocar o cabeleireiro (desenvolvimento do projecto) e foi preciso fazer opções:

- "Apertar" um pouco a cozinha e o quarto da boneca, para colocar o nosso salão em frente ao espelho grande (o espaço era pouco, era mais uma "salinha" do que um "salão");





 




- Retirar as construções (decisão dos meninos - a professora quase não acreditava...) e tornar esse espaço na recepção e sala de espera do cabeleireiro.











- Iniciamos a montagem do espaço,  reformulando a sala e colocando os equipamentos e materiais em locais adequados:

- Seriamos e contamos todas as coisas que a Carla e a Ana nos enviaram e também aquelas que nós, com ajuda dos nossos pais/familiares, conseguimos arranjar;

- Elaboramos um cartaz para registo de todo esse trabalho matemático.

- Colocamos todos os materiais em locais adequados e acessíveis, para que todos os possam usar e voltar a colocar no sítio (mas ainda não etiquetámos).

- Dada a ansiedade natural em experimentar depressa a nova área, foi necessário:

      - Decidir o nome da nova área (Área do Cabeleireiro) e fazer o seu cartaz no computador; 

      - Decidir quantas crianças podem lá estar ao mesmo tempo (quatro, uma cabeleireira, uma ajudante e duas clientes, sejam meninos ou meninas) e colocar o número no cartaz da área; 

     - Reformular o Quadro Diário de Actividades, retirando a Área das Construções e incluindo a Área do Cabeleireiro e ajustar o número de espaços adequado à nova lotação (já reparam que os nossos cartões já não têm foto? Pois é, já somos crescidos, temos apenas o nome!).

      - Também chamamos a atenção para a necessidade de mudar o nosso Plano Individual, que não tem a nova área...mas a Mariana disse que já falta pouco para acabar o ano e não valia a pena imprimir e plastificar tantos planos para tão pouco tempo. Nós concordamos e resolvemos assinalar na coluna "Projectos".

- Para ficar tudo como queremos falta-nos ainda:

    - Fazer o cartaz com o nome escolhido para o cabeleireiro "Salão Especial", a proposta da Joana obteve a maioria dos votos.   - Arranjar uma máquina registadora para colocar o dinheiro a sério que a Teresa trouxe (moedas de escudos em desuso) e o dinheiro de brincar trazido pela Mariana (ver as diferenças).

  - Fazer a Tabela de Preços, para os clientes saberem quanto vão pagar pelos diversos serviços... até já têm perguntado!

    - Responder à pergunta: Porque cresce o nosso cabelo?
A Mariana já trouxe uma pesquisa que fez com os pais na internet, mas com tanto trabalho ainda não houve tempo para nos dedicarmos a isso...


Isto se, entretanto, não tivermos mais ideias... o que não é muito habitual!

2 comentários:

Carmo disse...

Meninos

Quanto trabalho.....
Devem estar muito motivados. Então as meninas nem se fala......
Aposto que vão fazer penteados muito giros. Quem sabe vão sair daí grandes cabeleireiros.....

Beijinhos e continuação de bom trabalho
dos meninos do JI de Estrada

Jardim de Monserrate disse...

Isso é que é trabalhar!
Quando há motivação as ideias fluem e os contextos de aprendizagem surgem a cada momento.
Isto sim, para mim, isto é (sem dúvida) educação de Infância
bjs Graça

Uma janela para a matemática:

Uma janela para a matemática:

O Jogo da travessia do rio

O Jogo dos padrões 1

O Jogo dos padrões 1
(mais simples)

O Jogo dos padrões 2

O Jogo dos padrões 2
(mais difícil)

O Jogo do galo

O objectivo é colocar 3 em linha, seja na vertical, na horizontal ou na diagonal. E o mais engraçado é que "jogamos contra uma menina que está lá dentro do computador"!

Uma janela para a linguagem e literacia:

Uma janela para a linguagem e literacia:

Vejam aqui os livros virtuais!

Mais histórias no Pré Histórias!

Uma janela para pais:

Uma janela para pais:

Uma janela para os mais crescidos:

Uma janela para os mais crescidos:

Assinem, ao fundo, o nosso Livro de Visitas!

Assinem, ao fundo, o nosso Livro de Visitas!

Blogue anti-cópia!